Michael Jackson Forever
Olá MJFan. Seja Bem-vindo ao Fórum Forever Michael. Agradecemos a sua visita e pedimos que se registre para ter acesso a todo conteúdo do nosso Fórum.
Ao Registrar-se você também poderá participar enviando seus comentários e novos posts.
O registro é rápido e fácil.

Qualquer dúvida entre em contato.


At: Adm: Forever Michael!

Análise : Álbum Thriller

Ir em baixo

Destaque Análise : Álbum Thriller

Mensagem por *Mari* em Ter Fev 14, 2012 5:40 am

Thriller







Esse álbum bateu todos os recordes possíveis de vendas em todo o mundo,
vendeu mais de 114 milhões de unidades. Ao longo do tempo ele
permaneceu no topo: número 1 como álbum Pop nos EUA (37 semanas), número
1 como álbum Black nos EUA, álbum número 1 no Reino Unido (8 semanas).

Lançado em 30 de Novembro de 1982.

- 31 de janeiro de 1983, o álbum recebeu o "Disco de Ouro" e o "Disco de Platina"

- 2 de dezembro de 1983, o vídeo de "Thriller" estreou na MTV

- 30 de outubro de 1984, recebeu o 20º "Disco de Platina"

- 25 de agosto de 1993, recebeu o 22º "Disco de Platina"

- 29 de setembro de 1994, recebeu o 24º "Disco de Platina"

- 30 de outubro de 2000, recebeu o 26º "Disco de Platina"

- 16 de outubro de 2001, a edição especial de "Thriller" foi lançada

- 23 de setembro de 2006, foi reconhecido com o álbum mais vendido de
todos os tempos, com 55 milhões de cópias vendidas em todo o mundo

- 6 de março de 2009, recebeu o 28º "Disco de Platina"


Singles


The Girl Is Mine
Billie Jean
Beat It
Wanna Be Startin' Somethin'
Human Nature
P.Y.T.
Thriller


Videoclipes

Billie Jean
Beat It
Thriller


Faixas
1 Wanna Be Starting Something


2 Baby Be Mine


3 The Girl Is Mine


4 Thriller


5 Beat It


6 Billie Jean


7 Human Nature


8 P.Y.T. (Pretty Young Thing)


9 The Lady In My Life


Wanna Be Startin' Somethin'


Letra e composição por Michael Jackson




Foi a primeira canção escrita por Michael
para Thriller: "(É uma canção) que eu escrevi quando estávamos gravando
Off The Wall", ele disse, "mas nunca dei para Quincy para aquele álbum".



Citada por Michael como uma canção que o decepcionou: "Escrever música é
uma forma muito frustante de arte" ele disse. "Você tem que colocar na
gravação exatamente o que tem na sua cabeça. Quanto eu escuto aqui (na
cabeça), é maravilhoso - e eu tenho que transcrever isso para a fita."



O arranjo rítmico é um complexo entrelaçamento de bateria padrão com o
trabalho do percursionista Paulinho da Costa, enquanto o arranjo de
sopro feito por Jerry Hey é metálico e preciso.



Toda a produção, por Quincy Jones e Michael Jackson, é uma marca da
qualidade digital de produções que dominou os anos 80 (que gradualmente
foi transformada em apenas manifestações de engenharia sem alma).



Enquanto a música é efervescente e alegre, a letra introduz uma margem de confronto.



Foi o quarto single lançado do álbum - atingiu o número single em ambas paradas Americanas, e número 8 no Reino Unido.



Exibida no popular videogame de 2002, Grand Theft Auto: Vice City, acompanhando sua soundtrack.


Baby Be Mine


Letra e composição por Rod Temperton


The Girl Is Mine


Letra e composição por Michael Jackson











Lançado como o primeiro single do álbum de
maior venda de Jackson, a canção fala sobre dois homens lutando pelo
amor de uma mulher, cada um deles alega que pode amar a mulher melhor do
que o outro. Isso leva a um debate falado no final da canção no qual
Michael solta a famosa frase: "Paul, I think I told you, I'm a lover,
not a fighter" (Paul, eu achei que tinha te dito, sou um amante, não um
lutador).



McCartney levou três dias no Westlake Studios, Los Angels, trabalhando
na canção com Michael de 14 a 16 de Abril de 1982 - um ano depois da
parceria entre os dois em "Say Say Say" e "The Man", embora esse tenha
sido o primeiro dueto entre Jackson e McCartney a ganhar um release [?]



Michael na gravação fala que o dueto foi um de seus momentos mais divertidos.



"Uma das minhas canções favoritas de gravar de todas as minhas
gravações como artista solo provavelmente foi "The Girl is Mine", pois
trabalhar com Paul McCartney foi muito excitante. E nós literalmente nos
divertimos muito. Nós conversamos, tocamos, brincamos, jogamos coisas
um no outro e fizemos piadas. Foi muita diversão, e nós realmente
gravamos a música e os vocais praticamente ao mesmo tempo, nós filmamos a
gravação, mas ela nunca foi mostrada. Talvez um dia nós mostraremos uma
pequena prévia das filmagens."



Foi o primeiro single de Thriller, chegando à número 1 nas paradas de
chat R&B, número 2 no Hot 100 nos EUA e número 8 no Reino Unido.


Thriller

Letra e composição por Rod Temperton






Escrita por Rod Temperton com inspiração no hit Heartbreak Hotel dos The
Jacksons. Alguns dos títulos originais da música foram "Starlight",
"Starlight Sun" e "Give Me Some Starlight" o título foi modificado após
Michael dizer à Temperton que ele queria algo que tivesse um grande
apelo com as crianças.



Estreou no número 20 do Hot 100 dos EUA, a mais alta posição de um
single recém estreado em mais de 20 anos (Imagine de John Lennon também
estreou na 20ª posição em 1971). Subiu ao número quatro, dando à Michael
seu sétimo Top 10 vindo do álbum Thriller, um novo recorde para um
álbum.


Beat It


Letra e composição por Michael Jackson





Conta com um sonoro solo de guitarra - inspirado pela canção "Eruption"
de Eddie Van Halen, que foi convidado por Quincy a juntar o solo à
faixa Beat It. Van Halen contribuiu sem cobrar nada de tanto que se
envolveu com o projeto.



Beat It se manteve no Hot 100 por três semanas, nas paradas de single
R&B por uma semana e alcançou a terceira posição no Reino Unido.
Também ganhou o Grammy de Gravação do Ano, entre muitos outros.



A canção também se uniu à uma campanha antibebida nos Estados Unidos, a
qual rendeu à coleção de Michael, pelo seu apoio na campanha, um prêmio
especial entregue pelo Presidente Reagan na Casa Branca.

Billie Jean

Letra e composição por Michael Jackson




O título original era "Not My Lover" (para evitar qualquer confusão com
o jogador de tênis, Billie Jean King) e inspirada em uma jovem mulher
obsessiva que acusou Michael e seus irmãos de serem pais de seu filho.



O produtor Quincy Jones não ficou muito impressionado com a demo da
canção - ele não ligou muito para o baixo. A canção foi mixada por Bruce
Swedien, que usualmente fazia apenas uma mixagem por música - mas fez
91 mixagens para Billie Jean, a segunda mixagem acabou sendo a
escolhida.



"Quincy disse, 'okay, esta canção deve ter o mais incrível som de
bateria jamais já feito, mas também deve ter um efeito diferente, e esta
á a personalidade sônica'," disse Swedien. "O que eu acabei fazendo foi
construir uma plataforma de bateria e projetando algumas pequenas
coisa, como um cover de bumbo e um pedaço de madeira plana que vai entre
o alçapão e o hi-hat... a linha de fundo é que não há muitas peças na
música você pode ouvir as três ou quatro notas da bateria e
imediatamente dizer que peça da música é. Mas eu acho que esse é o caso
com Billie Jean e isso eu atribui à personalidade sônica".

Human Nature

Letra e composição por S. Pocaro e J. Bettis




Porcaro gravou um esboço da demo em uma fita cassete, na qual seu
companheiro da banda Toto, David Paitch colocou três canções para que
Quincy escutasse, como possibilidades para Thriller. Quincy não gostou
das canções de Paitch, mas gostou do esboço da demo de Human Nature no
final da fita, e perguntou se podia usá-la.



Foi a última canção escolhida para Thriller, publicada em dezembro de 1982 - ficando no lugar de "Carousel".



Lançada como single na maioria dos países, mas não no Reino Unido, onde
foi lado B de "Leave Me Alone". Chegou à nº7 nas paradas no Hot 100 e
nº27 nas paradas de single R&B nos EUA.



Uma versão alternativa, com uma ligeira diferença no seguimento
instrumental no meio da canção, apresentado na Japão como 3º single de
Thriller.



Fonte: NO/MJBeats
avatar
*Mari*
Administrador

Era Preferida : Invincible
Data de inscrição : 04/03/2011
Mensagens : 3432
Sexo : Feminino
Idade : 45
Localização : Rio Grande do Sul
<b>Agradecido</b> Agradecido : 77

Ver perfil do usuário http://www.mjforumforever.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Destaque Re: Análise : Álbum Thriller

Mensagem por *Mari* em Ter Fev 14, 2012 5:45 am

P.Y.T. (Pretty Young Thing)
Letra e composição por Ingram e Quincy Jones







Originalmente escrita por Michael com Greg Phillinganes, mas totalmente
refeita com uma batida mais rápida por Quincy Jones e James Ingram. Foi
gravada por Michael para seu álbum, Thriller, lançado em dezembro de
1982.

Suas irmãs Janet e La Toya participaram dos vocais da canção.

A versão demo de Michael foi sampeada por Monica em seu single, All
Eyes On Me - que ficou no nº32 das paradas de R&B nos EUA. "Nós
usamos os vocais da canção que não saíram no álbum Thriller", disse
Rodney Jerkins. "Ele (Michael) tinha mais vocais e improvisos que nunca
foram ouvidos, e nós usamos esses."

Uma demo, gravada entre abril e outubro de 1982, foi incluída na
coletânea de Michael, The Ultimate Collection, lançada em novembro de
2004.

The Lady In My Life
Letra e composição por Rod Temperton



Citado por Michael como uma das músicas mais difíceis de se cortar para o álbum:

"Nós estamos acostumados a fazer várias gravações para conseguir o
vocal mais próximo do perfeito possível, mas Quincy não estava
satisfeito com meu trabalho nessa canção, mesmo após uma dúzia de
gravações, literalmente," disse Michael. "Finalmente, ele me chamou de
lado no final de uma sessão, e disse que ele queria que eu implorasse.
Isso foi o que ele disse - ele queria que eu voltasse para o estúdio e
literalmente implorasse por isso. Então eu voltei, mandei desligarem as
luzes do estúdio, e fechar a cortina entre o estúdio e a sala de
controle, assim eu não me sentiria constrangido. Quincy começou a fita e
eu implorei - o resultado é o que você ouve na canção."

A música foi incluída em um single pela primeira vez quando foi lançada no Reino Unido com Liberian Girl.

Músicas Arquivadas

Carousel
Give Me Some Starlight
Got The Hots
Hot Street
Nite Line
Someone In The Dark
Starlight

Starlight Sun
Trouble
Who Do You Know?
Al Capone
Buffalo Bill
Circus Girl
Tomboy
For All Time



Faixas incluídas na Edição Especial


Someone In The Dark

Billie Jean [original demo recording]
Carousel

Seguimento da sessão de gravação da voz para
"Thriller" de Michael Jackson e Vincent Price [incluindo o 2º verso
nunca antes escutado]

Entrevistas com o produtor Quincy Jones e o compositor Rod Temperton discutindo as gravações de "Thriller"



Thriller 25th Anniversary Edition













Thriller 25th Anniversary Edition, é um álbum lançado que junta versões
remix 2008 de músicas clássicas do álbum Thriller com as faixas
originais e uma canção não lançada das sessões de Thriller: For All
Time. Mais que isso, este álbum inclui um DVD com os clipes deste álbum e
a famosa performance de Michael de "Billie Jean" nos 25 da Motown.
Depois de 25 anos Thriller ainda é o álbum mais vendido de todos os
tempos em todo o mundo. Lançado no dia 20 de fevereiro de 2008.

Faixas


Wanna Be Startin' Somethin'
Baby Be Mine
The Girl Is Mine (with Paul McCartney)
Thriller
Beat It
Billie Jean
Human Nature
P.Y.T. (Pretty Young Thing)
The Lady In My Life
Vincent Price
The Girl Is Mine 2008 with will.i.am
P.Y.T. (Pretty Young Thing) 2008 with Michael Jackson and will.i.am
Wanna Be Startin' Somethin' 2008 with Michael Jackson, Akon and will.i.am
Beat It 2008 with Fergie
Billie Jean 2008 with Kanye West
For All Time


Single




The Girl Is Mine


avatar
*Mari*
Administrador

Era Preferida : Invincible
Data de inscrição : 04/03/2011
Mensagens : 3432
Sexo : Feminino
Idade : 45
Localização : Rio Grande do Sul
<b>Agradecido</b> Agradecido : 77

Ver perfil do usuário http://www.mjforumforever.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum