Michael Jackson Forever
Olá MJFan. Seja Bem-vindo ao Fórum Forever Michael. Agradecemos a sua visita e pedimos que se registre para ter acesso a todo conteúdo do nosso Fórum.
Ao Registrar-se você também poderá participar enviando seus comentários e novos posts.
O registro é rápido e fácil.

Qualquer dúvida entre em contato.


At: Adm: Forever Michael!

CEO da AEG Live depõe sobre os e-mails da saúde de Michael Jackson

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

CEO da AEG Live depõe sobre os e-mails da saúde de Michael Jackson

Mensagem por MHANDYNHA JACKSON em Sab Jun 08, 2013 10:18 am

O CEO da AEG Live disse
aos jurados nesta quinta-feira, 06/05/13, que eles nunca consultaram um
profissional de cuida da saúde mental para ajudar o cantor, apesar de
dois funcionários do alto nível terem sugerindo que fosse necessário.


Randy Phillips testemunhou sobre os e-mails que enviou e recebeu, na semana antes da morte de Michael Jackson, incluindo a caracterização de um gerente de produção que a condição do artista estava “se deteriorando”.

Phillips é testemunha em um caso de contratação negligente arquivado pela mãe de Michael Jackson contra AEG Live LLC,
alegando que a empresa não investigou adequadamente o médico condenado
por dar a seu filho uma dose letal de um anestésico. Seus advogados
também afirmam que Phillips e os executivos da AEG ignoraram os sinais da má saúde de Michael Jackson e forçaram o artista a realizar.

Os e-mails exibidos para os jurados mostram que Phillips disse ao gerente de negócios de Michael Jackson,
que ele acreditava que o cantor poderia ter violado o seu contrato por
faltar nos ensaios. O e-mail foi enviado 20 de junho de 2009, cinco dias
antes do cantor morrer de uma overdose de propofol.

“E eu pensei que não poderia ficar pior”, respondeu o gerente de negócios, Michael Kane.

Phillips disse que Kane vinha procurando um adiantamento de US $ 1 milhão para Michael Jackson contra os ganhos de sua turnê “This Is It”.

Phillips enviou um e-mail para Kane que veio horas depois do diretor da turnê, Kenny Ortega, e do gerente de produção, John Hougdahl, que enviaram para Phillips dizendo que Michael Jackson estava em um estado emocional tão pobre que não podia ensaiar naquela noite e teve que ser mandado para casa.

“Eu o assisti se deteriorando em frente dos meus olhos ao longo das últimas 8 semanas”, escreveu Hougdahl. “Ele era capaz de fazer várias rodadas de 360 ​​em abril. Ele ia cair de bunda no chão, se ele tentasse fazer agora”.

De acordo com Hougdahl, Michael Jackson disse que mais cedo naquela noite depois de assistir a uma demonstração de pirotecnia, “Você não vai matar o artista, é você?”

Ele escreveu a Phillips que o
artista, cujo couro cabeludo foi queimado durante a gravação de um
comercial da Pepsi em 1984, não pareceu estar se referindo aos fogos de
artifício.

Em um e-mail mais tarde, Hougdahl disse para Phillips que acreditava que Michael Jackson precisava de um exame mental. “Grau do meu leigo me diz que ele precisa de um psiquiatra para prepará-lo mentalmente para ele poder entrar no palco”, escreveu ele.

Ortega também escreveu para Phillips horas depois, insistindo em que Michael Jackson precisava obter alguma ajuda psicológica.

No início da noite, Michael Jackson estava “tremendo, caminhava obsessivamente”, segundo Ortega, que escreveu para Phillips que o cantor parecia incapaz de ensaiar devido ao “real material emocional.”

Phillips ainda teve que testemunhar sobre uma reunião que teve com o médico de Michael Jackson, Conrad Murray.

Michael Jackson morreu antes de assinar o contrato de $ 150.000 por mês para o Dr. Conrad Murray para acompanhá-lo durante os 50 shows marcados na O2 Arena de Londres.

AEG nega que contratou Murray, e vários de seus executivos têm testemunhado que a taxa do ex-médico teria sido deduzida dos lucros de Michael Jackson para “This Is It”.

Phillips é o mais é o executivo
de mais alto escalão da AEG Live a depôs no julgamento, que concluiu sua
sexta semana. Ele negou que ele nunca ameaçou Michael Jackson sobre os ensaios não feitos. “Nós nunca lidamos com Michael dessa forma”, disse ele.

Ele também rejeitou a idéia de que ele foi o responsável pela saúde de Michael Jackson.

“Eu não sou responsável por suas necessidades médicas”, disse Phillips. “Nós somos promotores – que é o que fazemos.”

Fonte: Billboard
avatar
MHANDYNHA JACKSON
Colaborador

Era Preferida : Bad
Data de inscrição : 30/06/2012
Mensagens : 1126
Sexo : Feminino
Idade : 22
Localização : Neverland;PE
<b>Agradecido</b> Agradecido : 0

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: CEO da AEG Live depõe sobre os e-mails da saúde de Michael Jackson

Mensagem por MHANDYNHA JACKSON em Sab Jun 08, 2013 10:18 am

Agora ninguém escreveu ou disse nada…Todo mundo é santo.
avatar
MHANDYNHA JACKSON
Colaborador

Era Preferida : Bad
Data de inscrição : 30/06/2012
Mensagens : 1126
Sexo : Feminino
Idade : 22
Localização : Neverland;PE
<b>Agradecido</b> Agradecido : 0

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: CEO da AEG Live depõe sobre os e-mails da saúde de Michael Jackson

Mensagem por *Mari* em Sab Jun 08, 2013 8:28 pm

Engraçado que a mídia não está divulgando o conteúdo dos e-mails divulgados em que Randy Phillips afirma que teria gritado e dado um tapa em MIchael.
avatar
*Mari*
Administrador

Era Preferida : Invincible
Data de inscrição : 04/03/2011
Mensagens : 3432
Sexo : Feminino
Idade : 45
Localização : Rio Grande do Sul
<b>Agradecido</b> Agradecido : 77

Ver perfil do usuário http://www.mjforumforever.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: CEO da AEG Live depõe sobre os e-mails da saúde de Michael Jackson

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum