Michael Jackson Forever
Olá MJFan. Seja Bem-vindo ao Fórum Forever Michael. Agradecemos a sua visita e pedimos que se registre para ter acesso a todo conteúdo do nosso Fórum.
Ao Registrar-se você também poderá participar enviando seus comentários e novos posts.
O registro é rápido e fácil.

Qualquer dúvida entre em contato.


At: Adm: Forever Michael!

Depoimento de Katherine Jackson - tradução da ABC7 Courts (19/07/2013)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Depoimento de Katherine Jackson - tradução da ABC7 Courts (19/07/2013)

Mensagem por AndressaMJFan em Sab Jul 20, 2013 8:12 pm

Abaixo seguem traduzidos os tweets da ABC7 Court News (dia 19/07/2013), que tem acompanhado o julgamento do caso AEG X Katherine Jackson todos os dias. Vocês podem ler os originais na página deles no Twitter: @ABC7Courts
Nota: Os trechos entre colchetes ([  ]) são observações minhas com relação à tradução.
 
"Katherine Jackson chegou às 9:27 da manhã (horário local). Ela estava vestindo uma blusa de estampa abstrata azul e roxa."
 
"Brian Panish toma sua mão e a leva até o banco das testemunhas. Seus dedos estão cruzados quando ela toma sua posição."

"Às 9:40 da manhã (horário local), Katherine Jackson tomou posição e fez o juramento. Ela declara seu nome completo: Katherine Esther Jackson."

 
"Ela disse que a data de seu nascimento é 4 de maio de 1930, o que faz dela uma senhora de 83 anos de idade."

"A Sra. Jackson disse que essa é a primeira vez que ela depõe em um tribunal e que ela está um pouco nervosa."

"Panish: Você conseguiu dormir bastante na noite passada? Sra. Jackson: Não"

"Ela disse que ela teve/tem certa dificuldade em escutar. A Sra. Jackson disse que ela é uma pessoa reclusa, ela está sempre atrás de seus filhos." [Essa tradução ficou meio estranha. O que ela quis dizer é que ela está sempre assistindo e apoiando seus filhos por trás dos panos, sem ser vista.]
 
"'A coisa mais difícil é sentar aqui nesta corte e ouvir todas as coisas ruins que eles dizem sobre o meu filho', a Sra. Jackson explicou."

"'Elas não são verdade', ela disse. 'Ele não está aqui para falar por si mesmo.'"

 
"Panish perguntou se ela estava ali para falar em nome dele [de Michael]. 'Eu farei o meu melhor', ela respondeu."
 
"[b style="mso-bidi-font-weight"]'[/b]Eu quero saber o que realmente aconteceu com o meu filho, e é por isso que eu estou aqui', disse a Sra. Jackson."
 
"Panish: Como ele [Putnam] fez com que você se sentisse quando eles disseram que eles iam dizer que o seu filho era uma má pessoa?"
 
"Sra. Jackson: Meu filho era uma pessoa muito boa. Ele doava para a caridade, ele bateu o recorde de doações para a caridade. Eu estou tão nervosa. Desculpem-me."
 
"Panish: Quando você soube que MJ ia dar a seu filho o nome de Prince, você ficou feliz? Sra. Jackson: Muito!"
 
"A Sra. Jackson disse que MJ deu a seu filho o nome Prince por causa da família dela. 'Ele amava o meu pai', ela disse."
 
"A Sra. Jackson disse que o talento musical veio do avô materno dela, Columbus Brown."

"Ela disse que a mãe dela abriria as janelas e a música dele [do avô] ressoaria pelo vale."

"Abaixo uma foto de Katherine e seu pai com Michael Jackson. Ela foi mostrada ao júri."



"'Meu pai nos ensinou a tocar guitarra/violão', disse a Sra. Jackson. A irmã dela tocava o violoncelo. 'Nós sempre tivemos música pela casa.'"

"A Sra. Jackson contou que ela teve polio quando criança, Poliomelite Infantil. 'Eu usei um suporte na perna esquerda dos 7 aos 9 anos de idade', ela disse. 'Eu era tímida'."

"A Sra. Jackson disse que Michael amava todas as crianças, especialmente aquelas com as quais alguma coisa estava errada: órfãs, deficientes."

"Michael passaria o dia com a fundação Make a Wish."

"A Sra. Jackson se casou com Joseph Jackson quando ela tinha 19 anos e ele, 21. Eles moravam em Gary, Indiana."

"Eles compraram uma casa na Jackson Street [Rua Jackson]. 'Foi uma coincidência', ela disse. 'Parecia de certa forma uma garagem. Era uma casa de 4 cômodos, 2 quartos.'"

"Ela criou 9 crianças: Rebbie, Jackie, Tito, Jermaine, La Toya, Marlon, Michael, Randy, Janet"

"A Sra. Jackson disse que eles tinham camas beliche. Jackie era o mais velho, ele tinha seu próprio beliche. Randy era bebê, dormia no quarto de Katherine e Joe."

"A Sra. Jackson disse que às vezes ela acordava com eles cantando em harmonia. Joe trabalhava numa fábrica de aço, e às vezes foi demitido por 2-4 semanas."

"Ela arrumou um emprego entre os nascimentos de Randy e Janet, uma vez que houve um intervalo de 5 anos entre eles. Ela era uma funcionária na Sears and Roebuck."

"Panish: Vocês sempre tiveram um monte de dinheiro? Sra. Jackson: Não, de modo algum."

"Sra. Jackson: Eu fiz um monte de roupas, ficava atenta aos jornais, comprava um monte de coisas na liquidação, ia até o Salvation Army [instituição de caridade] para conseguir sapatos."

"'Eu tinha que viver entre um dia do pagamento e outro', a Sra. Jackson explicou. 'O dinheiro era escasso, nós tínhamos que comer'."

"Ela disse que eles não exigiam fartura. 'Nós escolhíamos vegetais, frutas, que mantínhamos no freezer e era assim que sobrevivíamos'."

"Panish: Você é uma boa cozinheira? Sra. Jackson: As crianças acham que sou."

"'Eu sei como preparar uma batata de todas as formas que você pode imaginar', disse a Sra. Jackson."

"Ela disse que ela gostava de ter uma família grande e vivia em uma rua sem saída próximo a um pequeno campo. Jackie e Tito jogavam beisebol."

"Aqui está uma foto do time de beisebol de Jackie e Tito."



"Michael gastava seu dinheiro com balinhas e biscoitos, disse a Sra. Jackson. Ele montou uma loja para vendê-los."

"[b style="mso-bidi-font-weight"]'[/b]
Eu estive sempre próxima de Deus', disse a Sra. Jackson. [b style="mso-bidi-font-weight"]'[/b]Eu criei minhas crianças da melhor forma que eu pude com orientação espiritual'."

"Ela foi criada na Igreja Batista, então se tornou Luterana e não estava satisfeita com isso. Quando madura o bastante para compreender, começou a procurar."

"'Eu procurei e encontrei a verdadeira religião: Testemunha de Jeová', a Sra. Jackson declarou."

"Testemunhas de Jeová não comemoram aniversários ou outras datas. Eles celebram um dia, o da última ceia de Jesus."

"Alguns se tornaram Testemunhas - Michael, Rebbie e La Toya. Os outros não são. O marido dela não era uma Testemunha, então eles não pararam completamente de celebrar os dias santos e feriados."

"Foto de Katherine Jackson durante seus anos de colegial. 'Oh meu Deus, essa sou eu', disse uma tímida Sra. Jackson."



"Michael nasceu em 29 de agosto de 1958. Sobre essa foto: 'Ela me mostra o meu doce garotinho', disse a Sra. Jackson." [OBS.: A ABC Court News errou a data; eles puseram dia 21 lá. A correção é minha.]



"Michael sempre foi sensível e amável, disse a Sra. Jackson. Um dia, quando seu irmão estava doente, Michael estava segurando a mão dele e chorou."

"Panish perguntou quando MJ mostrou que ele amava música. [b style="mso-bidi-font-weight"]'[/b]
Ele nasceu dançando[b style="mso-bidi-font-weight"]'[/b], disse a Sra. Jackson. 'Ele estava nos meus braços e não conseguia ficar quieto, estava dançando'."

"A Sra. Jackson contou uma história de quando ela tinha uma Maytag [máquina de lavar roupa] com rolamentos que jogavam a água para fora. Ela era velha e enferrujada e fazia um ruído esganiçado."

"MJ ficava dançando ao som daquele barulho estridente. 'Ele estava dançando e tomando mamadeira', disse a Sra. Jackson."

"As crianças amavam The Temptations e os imitavam o tempo inteiro, disse a Sra. Jackson. Panish perguntou se eles tinham televisão em casa."

"Sra. Jackson: Nós tínhamos uma TV velha, que costumava quebrar, tinha um consertador de TVs que sempre a levava e às vezes nós não tínhamos dinheiro para pegá-la de volta."

"As crianças cantavam e dançavam, ela disse. 'Nós sempre tínhamos música na casa'."

"Eles eram muito jovens, eles dançavam e cantavam. Michael tinha 5 anos de idade, eles iam a concursos na escola, e depois profissionais."

"Não havia muito o que se fazer em Gary, disse a Sra. Jackson. Então o colegial tinha eventos, e os meninos ganhavam toda vez que havia um concurso."

"Michael ganhou cada concurso. Quando as outras crianças sabiam que os Jackson estavam vindo, eles ficavam 'Oh meu Deus!', disse a Sra. Jackson."

"Originalmente, o nome era Jackson Brothers Five [Cinco Irmãos Jackson], mas o nome era comprido demais, então eles reduziram para Jackson 5."

"Sra. Jackson: Michael tinha 5 anos e ele cantou Climb Every Mountain. Ele começou a cantar, meu pai e eu choramos como bebês."

"Panish: Como você se sentiu? Sra. Jackson: Eu chorei. O Jackson 5 perdeu um concurso uma vez, para um garoto que vivia na vizinhança e ganhou naquele ano."

"Jackson 5: Os garotos ensaivam em casa. 'Nós economizamos para comprar amplificadores', disse a Sra. Jackson."



"A Sra. Jackson disse que ela fez os suéteres. Ela disse que eles eram chamados de 'Homemade suits' [suéteres Feitos-Em-Casa] (o júri riu)."



"Sra. Jackson: Quando Gladys Knight e os Temptations pediram a nós que subíssemos ao palco com eles e eles foram pagos por isso."

"Eles assinaram com a Motown em 1968. Os meninos se mudaram primeiro para a Califórnia, Katherine veio quatro meses mais tarde."

"Eu sempre quis morar na Califórnia", a Sra. Jackson explicou, uma vez que Gray, Indiana, era muito fria e nevava."

"O Jackson 5 começou a gravar quando eles assinaram com a Motown. Os primeiros 4 singles se tornaram hits nº1 [#1], Sra. Jackson lembrou."

"A Sra. Jackson explicou a Jacksonmania que aconteceu naquela época. Ela disse que havia tantas garotas ao redor de sua casa que ela se cansou disso."

"Elas vinham e ficavam o dia inteiro e às vezes elas ficavam até tão tarde que eu tinha que levá-las para casa de carro", Sra. Jackson relembrou."

"Panish mostrou um vídeo do começo de sua vida [de Michael] em Gary, Indiana, dançando aos 5 anos de idade, a audição da Motown, a música ABC, um show de TV, o Motown 25th.

"Panish: Como mãe, quando você viu MJ se apresentando dessa forma, como você se sentiu? Sra. Jackson: Eu me senti muito orgulhosa."

"Algumas performances em especial surpreenderam a Sra. Jackson. Quando ele tinha 14 anos, ele cantou sozinho no Academy Awards. 'Eu fiquei muito orgulhosa dele', ela disse."

"Panish: Você estava nervosa com relação a isso? Sra. Jackson: Eu estava um pouco, mas ele se saiu bem."

"A Sra. Jackson disse que MJ gostava de ratos. Uma vez eles foram para Beverly Hill para jantar e ele ficava pondo farelos no bolso para alimentar o rato."

"Michael não gostava de cachorros, a Sra. Jackson disse. Ela se lembra de um dia em que um cachorro o mordeu, e Michael tem tido medo de cachorros desde então."

"Apesar disso, Michael comprou um Labrador chocolate para as crianças, chamado Kenya. Eles tinham um peru, um papagaio, furões, ratos, gatos."

"Michael era um artista muito bom, a Sra. Jackson disse. Ele fez um monte de trabalhos artísticos na escola e alguns de seus quadros foram vendidos. Ele escrevia músicas."

"Katherine disse que Michael não se sentava e assistia à TV. Ela disse que é muito difícil para ela sentar e assistir a eles falando que Michael era preguiçoso."

"[b style="mso-bidi-font-weight"]'[/b]
Meu filho não era preguiçoso', a Sra. Jackson disse. 'Essa é a maior mentira por aqui.'"

"MJ era um perfeito aluno nota 10. Ele gostava de filmes, Katherine citou alguns nomes: The Wiz [O Feiticeiro], Sidney, 12 Angry Men [Doze Homens e uma Sentença]. Panish mostrou um trecho de The Wiz." [OBS.: O ABC Court News diz que Michael era um perfeito aluno nota "A". "A" é a maior nota que um aluno pode obter nos EUA, por isso eu mudei na tradução.]

"Os jurados ficaram realmente entretidos neste ponto. Alguns sorriram e alguns crisparam os lábios, como se estivessem tentando não sorrir."

"Katherine disse que Michael e Quincy Jones se davam muito bem, trabalharam juntos em vários projetos: Thriller, Bad, Off The Wall."

"Panish: Quando Michael tinha 21 anos, ele escreveu quais eram seus objetivos? Sra. Jackson: Sim, Michael escreveu notas para si mesmo."

"Ela disse que escrevia onde ele queria estar em certa época, como ele queria que um álbum vendesse. Ele ainda morava em casa em Hayvenhurst."

"Ele queria ser conhecido como Mj, e não como pequeno Michael ou pequeno Jackson, a Sra. Jackson explicou."

"Panish mostrou um vídeo da primeira vez que MJ fez o Moonwalk (música Billie Jean). Jurados sorriram."

"Ele costumava treinar o tempo inteiro, a Sra.  Jackson disse. Ele tem uma sala em cima da garagem onde ele dançava por duas horas direto sem parar."

"A jaqueta de lantejoulas prata que MJ estava usando em Billie Jean era de Katherine. Ele foi ao closet dela, pegou antes do show, e nunca devolveu." [OBS.: Para mim a jaqueta é preta, mas a ABC Courts realmente disse "prata", não foi um erro de digitação.]

"MJ continuou a morar com a Sra. Jackson até que ela tivesse 30 anos. 'Quando ele completou 18, ele quis me comprar uma casa', ela atestou."

"Mas na época o valor das casas tinha subido para milhões de dólares, então ele decidiu reconstruir a casa."

"'A forma como você vê Hayvenhurst [hoje], é a forma como ele a reconstruiu', disse a Sra. Jackson. 'Ele tinha um cômodo no segundo andar ao qual ele não queria que ninguém fosse'."

"Ele então pegou todas as fotos e as colocou na parede, no lugar de um papel de parede. Ele disse 'aqui está a sua surpresa', ela disse."

"Placa para Katherine Jackson"



[Na placa: "Tirar uma foto/ É capturar um momento./ Parar o tempo./ Preservar a forma como éramos./ A forma como somos./ Eles dizem que uma foto fala por mil palavras,/ Então com essas fotografias,/ Eu vou recriar alguns maravilhosos,/ Mágicos momentos das nossas vidas./ Espero que esta jornada ao passado,/ Nesta forma pitoresca, torne-se um estímulo,/ Para criar um amanhã mais brilhante e de sucesso./ Michael Jackson"]

"Panish mostrou um vídeo do cômodo. 'Ele me deu isso', disse a Sra. Jackson. Até o teto tem fotos. 'Tudo está coberto'."

"Panish: MJ gostava de vídeos de música? Sra. Jackson: Oh, sim. Eles eram como curtas-metragens, Thriller. Ele me convidou para ver enquanto fazia o filme de Ghost."

"Sra. Jackson: Eu estava sentada no set, um homem branco veio até mim e eu disse 'eu estou aqui para ver meu filho'. Ele disse 'mãe, sou eu!'."

"Michael esteve envolvido com as Testemunhas de Jeová por um tempo, fazia 'trabalho de campo'. Ele tinha que se disfarçar, usava uma fantasia de gordo."

"Em 1988, Michael comprou Neverland. Panish mostrou um vídeo de lá, dos animais, montanha-russa, poema escrito por Michael, o cinema."

"'Ele finalmente conseguiu uma loja de doces', disse a Sra. Jackson."

"A Sra. Jackson disse que Michael tornou o rancho aberto para o público. Ele o abriu para crianças deficientes, convidava classes de crianças." [OBS.: "Classes de crianças" seriam as crianças da escola. Ele convidava as classes - tipo 1º ano, 2º ano, 3º ano...]

"No cinema, Katherine disse que eles tinham cadeiras especiais para crianças doentes que não podiam sentar em assentos comuns."

"Panish: Lá [em Neverland] havia uma estação de trem? Katherine: Sim. Panish: E como ela se chama? Sra. J.: Katherine."

"Katherine disse que as crianças [os filhos de Michael] amavam Neverland. Eles tinham aulas em casa."

"As crianças iam à Chuck & Cheese e outras crianças perguntavam 'vocês têm animais?' E eles diziam 'elefantes, girafas...', a Sra. Jackson se lembrou."

"Uma senhora um dia disse a Grace 'eles têm muita imaginação, não?', ela disse." [OBS.: Eu adaptei um pouco essa tradução, se não não faria sentido em Português.
O original: One lady once told Grace 'don't they have great imaginations,' she said.]

"A Sra. Jackson disse que Michael tinha se queimado, se queimado feio e estava sentido muito dor. Ele tinha um balão sob o couro cabeludo [escalpelo]."

"Sra. Jackson: Ele pegou o dinheiro da indenização da Pepsi e doou para o hospital de queimaduras infantil."

"Ele teve uma lesão nas costas também, ela disse.
Ele tinha vitiligo, uma doença que torna a pele branca. 'Ele só queria superar isso', ela explicou."

"Ele não falava muito sobre sua insônia, a Sra. Jackson disse. Ele não conseguia dormir de jeito nenhum à noite quando ele estava em casa."

"Panish:
Você já viu Michael abusar de drogas ou medicamentos? Sra. Jackson: Não, eu nunca vi."

"Sra. Jackson: Eu sei que ele estava tomando medicamentos para a dor. Muitas vezes eu entrei no quarto dele sem bater e eu nunca o vi daquela forma [abusando de medicamentos]."

"Ela disse que ela tentou uma intervenção porque ela ouviu das outras crianças [os outros filhos dela], mas ela não pensou que ele estivesse abusando de drogas."

"Os outros filhos disseram a ela que significaria muito mais se ela fosse. 'Quando nós chegamos lá, Michael estava bem', a Sra. Jackson disse."

"Ela foi à casa de MJ em Las Vegas e falou com ele sobre abuso de drogas/medicamentos. Michael disse 'Mãe, eu estou bem, eu estou bem'."

"Sra. Jackson: Às vezes uma mãe é a última a saber... e às vezes você sente vergonha."

"Foto do aniversário de 60 anos de casamento de Katherine em maio de 2009."





"Sra. Jackson: Na época, para mim, Michael parecia bem. Mais tarde, eu vi que ele estava magro, ele estava usando jaqueta e tudo o mais, eu não percebi que ele estava magro."

"'Michael e eu éramos muito próximos', a Sra. Jackson disse. Ele era o filho -- uma mãe não poderia desejar um filho melhor que Michael. Ele era muito tímido."

"Poema que Michael escreveu para sua mãe."



[O poema: "Mãe querida, você me deu vida/ Por sua causa, não houve sofrimento nem luta/ Você me deu alegria e atitude/ Se importou comigo sem condições [incondicionalmente]/ E se algum dia eu mudar este mundo/ É pelas emoções que você liberou/ Sua compaixão é tão doce e querida/ Os seus sentimentos mais puros eu posso ouvir/ Eu posso sentir seus menores pensamentos/ A esplendorosa magia de sua poção do amor/ E agora que eu cheguei tão longe/ Me encontrei com cada rei e czar/ Encontrei cada cor e crença/ De cada paixão e cada ganância/ Eu volto àquela noite estrelada/ Sem nenhum medo físico ou mental/ Você me ensinou como permanecer em pé e lutar/ Por cada errado e {cada} certo/ Cada dia sem uma posse/ Eu vou apreciar o que você moldou/ Eu vou me lembrar de cada beijo/ Suas doces palavras eu nunca perderei/ Não importa aonde eu vá a partir daqui/ Você está em meu coração, minha mãe querida"]

"Panish: Como isso [o poema] fez com que você se sentisse? Sra. Jackson: Ele me fez chorar por uma razão... Eu me senti muito amada."

"Bilhetes escritos à mão por Michael para Katherine Jackson."





[Nos bilhetes: (1) "O reflexo do coração de uma mãe está no brilho nos olhos de seus filhos. Cada emoção e sentimento seu está em algum lugar no caráter de seus filhos. Homens nobres são o que suas mães fizeram deles." e (2) "Por que minha mãe chora? São lágrimas felizes ou lágrimas de tristeza? Oh, por favor, Deus, faça com que elas sejam lágrimas felizes.
Todo o meu sucesso se baseia no fato de que eu queria fazer minha mãe orgulhosa, para ganhar seu sorriso de aprovação."]

"Mãe, Meu Anjo da Guarda" -- por Michael Jackson"





[A imagem acima é a transcrição dos bilhetes.]

"Panish: Quando você recebeu isso [os bilhetes], como você se sentiu? Sra. Jackson: Eu chorei."

"Panish: Ele te dava presentes? Sra. Jackson: O tempo inteiro. Ele me deu tudo, as necessidades da vida, presentes, carros, jóias, trailers [cásas móveis]."

"Panish: Ele te deu dinheiro? Sra. Jackson: Sim, dinheiro vivo. Michael nunca escreveu cheques."

"Sobre como ela é afetada pela falta de amor, de apoio: Sra. Jackson: Ninguém sabe como é, até que aconteça com eles."

"Sra. Jackson: É a pior coisa que poderia ter acontecido.
Quando eu perdi Michael, eu perdi tudo. Ele era o mais amável, muito, muito humilde."

"'Quando uma mãe perde um filho', a Sra. Jackson disse chorando, 'é a pior coisa que pode acontecer a uma pessoa'."

"A Sra. Jackson disse que ela perdeu a melhor coisa do mundo, enquanto limpava lágrimas. Ela disse que ela soube da turnê This Is It atravpes de Grace Rwamba."

"Ela disse que ele estava brincando quando disse que não queria fazer o Moonwalk aos 50 anos. 'Ele costumava achar que 50 era realmente velho'."

"A Sra. Jackson disse que ela não achava que seu filho poderia fazer 50 shows um a cada noite, como estava planejado. Ela ligou para Randy Phillips e para o Dr. Tohme."

"A Sra. Jackson não sabia quem era Conrad Murray até depois que MJ morreu. Ela não sabia que MJ havia morrido quando ela chegou ao hospital."

"Ela disse que ela tinha estado fora fazendo trabalho de campo [com as Testemunhas de Jeová] e ela disse que um dos fãs lhe disse que eles haviam trazido alguém em uma maca completamente coberta."

"Mais tarde eu recebi uma ligação para ir ao hospital, eu pensei que ele estivesse apenas doente", a Sra. Jackson disse.

"A Sra. Jackson disse que ela viu muitas pessoas que trabalharam com Michael no hospital, como Frank DiLeo. Dr. Murray estava andando de um lado para o outro."

"Sra. Jackson: Ninguém queria me contar, eu estava sentada esperando, eu imagino que eles estivessem lá atrás debatendo."

"'Michael teve uma reação', eles contaram à Sra. Jackson. Eu disse 'Como ele está? Ele sobreviveu? Ele sobreviveu?' E Frank disse 'não', ela se lembrou, chorando."

“A Sra. Jackson não viu as crianças até mais tarde.
‘Eu estava chorando tanto’, ela disse.”

“‘Paris estava dizendo ‘papai, eu quero ir com você (chorando), eu não posso viver sem você’, era isso que ela ficava dizendo.”

“Sra. Jackson: Eles ficaram lá se abraçando e dizendo ‘Papai, eu te amo!’”

“‘Eu desci para o necrotério, nunca quis ver o Michael daquele jeito’, a Sra. Jackson disse, chorando.”

“Quando eles saíram, Paris disse ‘vovó, aonde estamos indo?’ A Sra. Jackson lhe disse ‘vocês estão indo para casa com a vovó’.”
“Panish perguntou sobre a adaptação à vida sem o pai deles.
Ela disse que sobre os garotos ela pode dizer que eles se adaptaram bem. Paris está passando pelo pior.

“Paris tinha cinco grandes fotos de Michael no quarto dela e a Sra. Jackson disse que ela se perguntava como ela podia fazer isso, ela as viu e se sentiu tão triste.”

“O quarto de Paris inteiro é uma colagem de fotos, exatamente como MJ tinha, a Sra. Jackson disse.”

“A Sra. Jackson disse que Paris estava procurando por um coração especial. Ela encontrou um coração partido, colocou uma parte no pescoço de Michael e colocou a outra parte nela mesma.”

“Prince é afetado por não passar tempo com seu pai, a Sra. Jackson disse.”

“Paris pegou a parte de cima do pijama de MJ, não queria que ninguém a lavasse. Ela a colocou em sua cama [de Paris].”

“Panish perguntou como Paris é afetada. ‘Oh meu Deus! Ela queria ir para onde papai estava’, disse a Sra. Jackson.”

“Blanket não quer cortar o cabelo. Papai amava o cabelo dele, então ele não quer cortá-lo.”

“‘
Michael era um dos melhores pais’, disse a Sra. Jackson. ‘Você ficaria surpreso com quão bom pai ele era.’”

“A Sra. Jackson disse que a escrita de MJ mudou, ele era mais amável e profundo, ele escrevia mais do fundo do coração.”

“‘Palavras não poderiam descrever o amor pelos filhos dele’, a Sra. Jackson descreveu.”

“Panish: Sra. Jackson, você sente falta do seu filho? Sra. Jackson: Palavras não podem explicar.”

“Panish concluiu a examinação direta [isto é, o interrogatório da parte que convocou a testemunha em questão]. Marvin Putnam da AEG começou a examinação cruzada [o interrogatório da parte contrária à que convocou a testemunha].”

“Putnam perguntou se Katherine viu todas as evidências que estava para ser mostradas na corte hoje.
Ela disse que sim.”

“Putnam: Você começou este processo contra a AEG Live? Sra. Jackson: Sim.”

“Ela não se lembra de quando ele [o processo] foi apresentado, ela o trouxe em nome de si mesma e das crianças.
Foi uma escolha dela iniciar esse processo.”

“Ela nunca falou com os filhos do MJ sobre isso, discutiu com os filhos dela depois, mas não com Joe.”

“Putnam perguntou a ela que apesar de ser uma pessoa muito reclusa ela trouxe este processo à tona e tem vivido uma vida muito pública pelos últimos 40 anos.” [Eu não entendi muito bem o que exatamente ele quis perguntar.
Mas traduzi literalmente da ABC Courts.]

“‘Minha família é famosa, eu sempre fiquei por trás dos panos’, a Sra. Jackson explicou.”

“Putnam perguntou se ela deu entrevistas ao Dateline, ao 20/20, à Oprah (depois que meu filho morreu).
Ela disse que sim.”

“‘Minha é vida é tão privada quanto eu posso mantê-la privada’, ela disse. Ela disse que ela estava nervosa sobre estar na frente de pessoas que ela não conhece.”

“‘Eu quero descobrir, eu penso que eu devo isso ao meu filho, descobrir o que realmente aconteceu com ele’, a Sra. Jackson disse.”

“‘Eu ouvi histórias e eu ouvi do meu neto que ele [Michael] estava sendo pressionado, que ele estava pedindo por seu pai, que Joe saberia o que fazer.”

“Sra. Jackson:
Meu filho estava doente e Kenny Ortega disse que ninguém lhe deu uma xícara de chá. Ninguém disse para chamar o médico, vamos ver o que está errado com ele.” [OBS.: Literalmente gave him a cup of tea, “dar-lhe uma xícara de chá”. Pode ser que Katherine tenha dito literalmente, ou pode ser um modo de dizer, significando “pegar leve com ele”.]

A Sra. Jackson disse que foi difícil para ela ficar sentada aqui na corte e ouvindo pessoal ‘chamando meu filho de esquisito, dizendo que ele é preguiçoso[b style="mso-bidi-font-weight"]’[/b].”

“‘Esta semana eu tive que ouvir sobre o quão quebrado ele estava, ele não levava um centavo para casa’, a Sra. Jackson disse.”

“‘Por que ele não levava um centavo para casa? Porque ele o estava dando [o dinheiro] para a caridade.’”

“Sra. Jackson: Dói sentar aqui na corte e ouvir sobre o quão doente meu filho estava, e ninguém estava tentando ajuda-lo.”

“Putnam então perguntou: Mas as testemunhas foram chamadas pelo seu advogado, certo?
A Sra. Jackson respondeu que sim.”

“Putnam perguntou sobre o Dr. Murray: ‘Meu filho precisava de outro médico, um médico de verdade’, a Sra. Jackson disse.”

“Sra. Jackson: O médico era para os filhos dele, mas eu não sabia quem ele era.
Depois eu ouvi que era o Dr. Murray.”

“Putnam disse que Gongaware explicou que preguiçoso era porque o filho dela estava atrasado para o ensaio.”

“‘Ele não era preguiçoso’, a Sra. Jackson disse. ‘O Sr. Jackson estava doente, ele não podia ensaiar’.”

“Putnam: Ele não gostava de ensaiar em turns anteriores. ‘Michael não tinha que ensaiar muito, ele sabia os movimentos, ele ajudou a cria-los’, ela disse.”

“‘Eu quero a verdade sobre o que aconteceu’, Katherine declarou.”

“Putnam perguntou o que era inverdades e coisas ruins, do que havia sido no tribunal. A Sra. Jackson disse ‘eles o chamaram de louco, tendo uma chance de conhecer o louco’.”

“Putnam perguntou se isso foi enviado por alguém que não é uma parte desse processo, enviado para a AEG Live.”

“Sra. Jackson: Eu não me lembro quem enviou aquilo, eu sei que é difícil sentar aqui e ouvir isso.
Ele não é um louco.”

“‘Meu filho está morto, então qualquer coisa dita sobre ele que é ruim machuca’, a Sra. Jackson explicou.”

“Putnam: Foi muito difícil ouvir todas as coisas ruins ditas a respeito do seu filho nos últimos 40 anos?
Sra. Jackson: Sim.”

“Putnam questionou o fato de que os advogados da Sra. Jackson não negaram o fato de que o filho dela tinha problemas com drogas/medicamentos.” [OBS.: Em Inglês, não há distinção entre “drogas” e “remédios”, ambos são chamados de drugs. Vou usar “medicamentos” na tradução, daqui em diante.]

“‘Meu filho estava fazendo uso de medicamentos prescritos, o que não com que seja verdade o que eles dizem a respeito de outros medicamentos que ele estaria usando’, a Sra. Jackson disse.”

“Putnam perguntou se ela processou Kenny Ortega também. Ela disse que não se lembra, que havia uma lista de pessoas no processo.”

“Os advogados estipularam que a Sta. Jackson retirasse o processo legal contra Kenny Ortega.
Então houve uma pausa para o almoço.”

“Panish disse à corte que a Sra. Jackson estava dormindo durante a hora do almoço, uma vez que ela dormiu muito pouco na noite passada, e estará de volta provavelmente 1 hora após o meio-dia.”

“Putnam:  Começando o processo, não tinha falado com netos nem filhos antes de preencher o processo?
Sra. Jackson: Sim.”

“Putnam perguntou se isso foi antes ou depois do julgamento criminal do Dr. Murray. Ela disse que ela não se lembrava.”

“A Sra. Jackson esteve no julgamento criminal quase todos os dias.”

“Putnam: É justo dizer que o julgamento criminal não influenciou neste processo?
Panish: Objeção, assunto do tipo advogado-cliente.”

“Putnam:  Há alguma coisa que você considerou além da discussão com o seus advogados, antes de decidir começar um processo?”

“Sra. Jackson: Antes do julgamento do Conrad Murray? Eu não me lembro. Panish: Não há controvérsias com relação às datas do julgamento criminal de Murray.” [OBS.: Eu adaptei esta tradução para ficar mais inteligível. Original: “Mrs. Jackson: Before the Conrad Murray trial? I don’t remember There’s no dispute as to the dates of Murray’s criminal trial, Panish said.”]

“Putnam perguntou se ela deu aos advogados quaisquer documentos para dar a eles (aos réus). Panish: Objeção – assunto do tipo advogado-cliente.”

“Sra. Jackson disse ‘sim’. Putnam entendeu que ela estava respondendo sim para ele. ‘Eu não estou dizendo sim para você’, ela replicou. Todos riram.”

“Nesse ponto, a Sra. Jackson falou em segredo com a juíza, e a juíza decidiu encerrar o dia mais cedo, uma vez que ela estava cansada demais para continuar.”

“A Sra. Jackson vai continuar a testemunhas na segunda-feira às 9:30 da manhã (horário local), com mais examinação cruzada. Nós esperamos vê-los então! Tenham um ótimo final de semana!”

 
[OBS.: Os trechos em negrito foram destacados por mim, AndressaMJFan.]
avatar
AndressaMJFan
Sub-Administrador

Era Preferida : Impossível escolher uma só
Data de inscrição : 12/08/2011
Mensagens : 1292
Sexo : Feminino
Idade : 21
Localização : Goiás
<b>Agradecido</b> Agradecido : 29

Ver perfil do usuário http://wonderlandvirtual.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Depoimento de Katherine Jackson - tradução da ABC7 Courts (19/07/2013)

Mensagem por AndressaMJFan em Sab Jul 20, 2013 8:53 pm

Desculpem pela formatação ruim em alguns trechos. O sistema do site usa uma formatação um pouco diferente daquela do Word 2010. Espero que dê pra ler tranquilamente. >.<
avatar
AndressaMJFan
Sub-Administrador

Era Preferida : Impossível escolher uma só
Data de inscrição : 12/08/2011
Mensagens : 1292
Sexo : Feminino
Idade : 21
Localização : Goiás
<b>Agradecido</b> Agradecido : 29

Ver perfil do usuário http://wonderlandvirtual.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Depoimento de Katherine Jackson - tradução da ABC7 Courts (19/07/2013)

Mensagem por *Mari* em Sab Jul 20, 2013 10:05 pm

Andressa, Sobre a expressão, uma xicara de chá, Katherine falou no sentido exato da palavra, pois Kenny Ortega disse isso , que Michael estava passando mal, tremendo de frio e ninguém se ofereceu para lhe trazer uma xicara de chá. Disse ainda que havia 4 seguranças na porta e ninguém mexeu um dedo para ajuda-lo naquele momento. Ele mesmo fez o chá e aqueceu Michael até ele se sentir melhor.


Última edição por *Mari* em Dom Jul 21, 2013 2:44 am, editado 1 vez(es)
avatar
*Mari*
Administrador

Era Preferida : Invincible
Data de inscrição : 04/03/2011
Mensagens : 3432
Sexo : Feminino
Idade : 45
Localização : Rio Grande do Sul
<b>Agradecido</b> Agradecido : 77

Ver perfil do usuário http://www.mjforumforever.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Depoimento de Katherine Jackson - tradução da ABC7 Courts (19/07/2013)

Mensagem por *Mari* em Dom Jul 21, 2013 2:37 am

Aqui uma foto desse dia, (19/06) eu não gosto de divulgar, mas...ele já estava melhor saindo do ensaio.

avatar
*Mari*
Administrador

Era Preferida : Invincible
Data de inscrição : 04/03/2011
Mensagens : 3432
Sexo : Feminino
Idade : 45
Localização : Rio Grande do Sul
<b>Agradecido</b> Agradecido : 77

Ver perfil do usuário http://www.mjforumforever.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Depoimento de Katherine Jackson - tradução da ABC7 Courts (19/07/2013)

Mensagem por AndressaMJFan em Dom Jul 21, 2013 10:52 pm

Ah, sim. Obrigada por explicar, Mari. Eu não tive certeza, achei a expressão estranha, porque eu não tinha lido o depoimento do Ortega, só resumos, então não sabia do que ela estava falando. ^^"

É, ele parecia bem. Nossa, como eu queria ter podido estar lá para ajudá-lo! Sabe, eu acho que talvez se o Michael tivesse tido alguém que se importasse ao lado dele, mesmo que fosse só um amigo, essa história teria sido diferente. Eu sei que tinha o Ortega e tudo o mais, mas eu estou falando de alguém que ficasse o tempo inteiro com ele, que o ouvisse e observasse como ele estava sendo tratado. Eu acho que teria sido diferente.
avatar
AndressaMJFan
Sub-Administrador

Era Preferida : Impossível escolher uma só
Data de inscrição : 12/08/2011
Mensagens : 1292
Sexo : Feminino
Idade : 21
Localização : Goiás
<b>Agradecido</b> Agradecido : 29

Ver perfil do usuário http://wonderlandvirtual.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Depoimento de Katherine Jackson - tradução da ABC7 Courts (19/07/2013)

Mensagem por AndressaMJFan em Dom Jul 21, 2013 10:53 pm

Esse depoimento da Katherine realmente me lembrou o que ela contou no documentário "A Vida de Um Ícone". Claro, ela deu muito mais detalhes aqui. Mas o comecinho, quando ela começou a contar da vida deles, é bem parecido mesmo. Você chegou a assisti-lo, Mari?
avatar
AndressaMJFan
Sub-Administrador

Era Preferida : Impossível escolher uma só
Data de inscrição : 12/08/2011
Mensagens : 1292
Sexo : Feminino
Idade : 21
Localização : Goiás
<b>Agradecido</b> Agradecido : 29

Ver perfil do usuário http://wonderlandvirtual.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Depoimento de Katherine Jackson - tradução da ABC7 Courts (19/07/2013)

Mensagem por *Mari* em Dom Jul 21, 2013 10:58 pm

Não. Eu não assisti. eu fiquei com raiva de alguns resumos que eu vi em que Frank falou mal da Elizabeth Taylor. Eu sei que não é culpa deles. É do ** do Frank. mas aquilo me desmotivou.
Eu fico chateada quando dizem coisas sobre o Michael que eu sei que são mentiras.
avatar
*Mari*
Administrador

Era Preferida : Invincible
Data de inscrição : 04/03/2011
Mensagens : 3432
Sexo : Feminino
Idade : 45
Localização : Rio Grande do Sul
<b>Agradecido</b> Agradecido : 77

Ver perfil do usuário http://www.mjforumforever.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Depoimento de Katherine Jackson - tradução da ABC7 Courts (19/07/2013)

Mensagem por AndressaMJFan em Dom Jul 21, 2013 11:44 pm

Eu não lembro disso. Aliás, nem lembro do Frank falar nesse documentário, lembro só da Katherine, do Tito e da Rebbie. Preciso assisti-lo de novo, vi só uma vez.

Você não gosta do Frank? Eu gostava dele. Fiquei triste quando ele morreu.
Eu me tornei fã do Michael há pouco tempo (dois anos diante dos quarenta anos de carreira do Mike não são nada), então ainda há muuuuuuuita coisa que eu não sei sobre as pessoas que estavam ao redor dele...
avatar
AndressaMJFan
Sub-Administrador

Era Preferida : Impossível escolher uma só
Data de inscrição : 12/08/2011
Mensagens : 1292
Sexo : Feminino
Idade : 21
Localização : Goiás
<b>Agradecido</b> Agradecido : 29

Ver perfil do usuário http://wonderlandvirtual.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Depoimento de Katherine Jackson - tradução da ABC7 Courts (19/07/2013)

Mensagem por *Mari* em Seg Jul 22, 2013 12:04 am

Eu falo de Frank Cascio amiga. Ele falou no documentário e também em seu livro que Elizabeth Taylor cobrou Michael para acompanha-lo no 30 aniversário.
Isso é uma grande mentira. Liz Taylor amava Michael e jamais faria isso.
avatar
*Mari*
Administrador

Era Preferida : Invincible
Data de inscrição : 04/03/2011
Mensagens : 3432
Sexo : Feminino
Idade : 45
Localização : Rio Grande do Sul
<b>Agradecido</b> Agradecido : 77

Ver perfil do usuário http://www.mjforumforever.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Depoimento de Katherine Jackson - tradução da ABC7 Courts (19/07/2013)

Mensagem por AndressaMJFan em Seg Jul 22, 2013 2:23 pm

Sim, sim, agora eu entendi, Mari. Desculpe, confusão minha, hahaha! Mas eu confesso: nem lembrava que o primeiro nome do Cascio era Frank! Eu sempre chamo só pelo sobrenome. >.<

Eu não me lembro disso no documentário. Lembro-me de que teve alguma coisa nele de que não gostei, mas não me lembro o quê. Talvez tenha sido isso. Eu vou tentar assisti-lo de novo essa semana para conferir...
avatar
AndressaMJFan
Sub-Administrador

Era Preferida : Impossível escolher uma só
Data de inscrição : 12/08/2011
Mensagens : 1292
Sexo : Feminino
Idade : 21
Localização : Goiás
<b>Agradecido</b> Agradecido : 29

Ver perfil do usuário http://wonderlandvirtual.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Depoimento de Katherine Jackson - tradução da ABC7 Courts (19/07/2013)

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum